Recuperação Judicial

Em evento na sede da OAB/RS no dia 4 de agosto, mediado pelo advogado Fabricio Nedel Scalzilli, dois dos principais desembargadores do TJ/RS na área de Recuperação Judicial, Dr. Jorge Luiz Lopes do Canto e Dr. Neiy Wiedmann Neto, abordaram a atual conjuntura que envolve a utilização da Lei de Recuperação Judicial no RGS. Scalzilli, que preside a Comissão de Falências e Recuperação Judicial da OAB gaúcha, ressaltou que é natural que cresçam o número de processos de Recuperação Judicial em momentos de crise, mas manifestou muita preocupação com a mercantilização desse instrumento. Empresas sem a mínima estrutura contábil e econômico-financeira buscam na Justiça a moratória de suas dívidas, mas não possuem sequer um plano realista de pagamento dos seus credores. Gabriele Chimelo, Vice-Presidente da referida comissão, também presente no evento, salientou que o Judiciário está cada vez mais se aprofundando na análise econômica e financeira das empresas e que poderemos ter ali na frente diversas falências decretadas pela Justiça, com o próprio aval dos credores, pela total inconsistência de argumentos no processo de recuperação judicial.